Bolsonaro edita MP que isenta conta de luz para moradores do AP

26/11/2020

O presidente Jair Bolsonaro editou nesta quarta-feira, 25, uma Medida Provisória que isenta consumidores de municípios do Amapá afetados pelo apagão do começo do mês de novembro do pagamento de contas de luz do último mês. A assinatura do documento, feita na Base Aérea de Brasília após chegada do presidente de São Paulo, onde cumpriu agenda ao longo do dia, foi considerada como uma ajuda por parte do governo federal para aqueles que perderam renda e outras formas de trabalho durante o apagão. “Sei que merecem muito mais, mas estamos fazendo o possível”, disse o presidente. Ao lado de Bolsonaro, o senador Davi Alcolumbre, que tinha feito convite para que o presidente visitasse o estado pessoalmente na última semana, agradeceu à medida do governo federal, que considerou como um “grande gesto com o povo” do estado. A Medida Provisória está dentro do estado de calamidade pública decretado no estado. Além dessa MP, outra, que abre crédito de R$ 80 milhões no governo federal para repasse à Companhia de Eletricidade do Amapá, também foi assinada por Bolsonaro. O prazo para que elas sejam aprovadas pelo congresso é de no máximo 120 dias.

O restabelecimento integral do fornecimento de energia elétrica no Amapá foi confirmado pelo governo federal nesta terça-feira, 24, três semanas após o incêndio que deixou 14 das 16 cidades do estado sem luz. Após quase quatro dias sem energia elétrica, um sistema de rodízio no qual cada região do município recebia energia por seis horas foi imposto. Estima-se que mais de 700 mil pessoas tenham sido diretamente afetadas pela falta de energia. As causas do incêndio que causou o apagão ainda são investigadas por especialistas.


Fonte: Jovem Pan