Só quem vem pegar jabuticaba dá mais de 33: áudio de candidato derrotado viraliza

22/11/2020

Depois de receber apenas 33 votos para vereador em Sabará, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, Maurício Márcio de Oliveira ficou decepcionado. Ele enviou um áudio para um grupo de amigos, desabafando, e rapidamente a mensagem se espalhou no WhatsApp. 

"Só os cara que vêm pegar jabuticaba aqui em casa dá mais de 33, sô. Cê tem que ver no churrasquinho ontem. Ela tava com 200 espetos e foi tudo embora, o povo parecia que tava passando fome. Todo mundo me abraçando. Chega na hora: 33 votos", disse no áudio. O técnico de manutenção de aparelhos celulares, conhecido como Maurição Celulares, conversou com o G1 sobre o fato de ter ficado famoso após a derrota. Pessoas que passam pela loja dele, no bairro Nova Vista, até pedem para tirar foto.

O homem, que é casado e tem um filho, disputou uma vaga na Câmara Municipal de Sabará pelo Partido Social Democrático (PSD). Ele acreditava que, como é conhecido e tem muitos amigos, seria eleito. "Saía para rua, todo mundo falava que estava comigo, que eu ia ganhar. Todo ano tem a Festa da Jabuticaba na cidade, o pessoal já costumava vir aqui em casa. Quando ficaram sabendo que eu era candidato, aí é que caíram em cima do meu pé de jabuticaba. Comeram tudo. Até as que estavam no chão eles cataram", relatou.

Maurição calculou que, com a popularidade da campanha, teria cerca de 1,3 mil votos. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), foram 33. A Festa da Jabuticaba é realizada em Sabará desde 1986. No ano passado, a cidade celebrou a 33ª edição do evento, com venda da fruta fresca e produtos derivados dela. "Eu não quero ver ninguém mais! Agora eu tô cheio de amigo porque viralizei no país todo. Todo mundo doido comigo na rua. Queria contratar segurança, parece até que sou o Bolsonaro", brincou.

O técnico está vendendo a moto dele para quitar os gastos com a campanha eleitoral. "Quem tentou me derrubar não conseguiu. Quem está por cima sou eu. Foi legal a experiência. Se a campanha fosse hoje, eu seria eleito com 20 mil votos".


Fonte: G1